Machado diz que vai provar encontro com Temer na Base Aérea de Brasília


Ex-presidente da Transpetro disse em delação que Temer pediu dinheiro para a campanha de Gabriel Chalita em 2012

NONATO VIEGAS
16/06/2016 - 21h24 - Atualizado 16/06/2016 21h24
Sérgio Machado ex presidente da Transpetro (Foto: Divulgação/Transpetro)
O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado afirma que provará ter mantido encontro com o presidente interino, Michel Temer, na Base Aérea de Brasília em 2012. A interlocutores, Machado disse que buscará registros, testemunhas e, se necessário for, pedirá à Justiça a quebra de sigilo telefônico para fins de localização com o objetivo de provar que ele e Temer estiveram juntos na Base Aérea de Brasília. Machado disse em sua delação premiada que Temer, no tal encontro, pedira dinheiro para a campanha de Gabriel Chalita, que disputava a prefeitura de São Paulo. Machado disse, então, que, após pedido de Temer, providenciou R$ 1,5 milhão para Chalita por meio de uma doação da construtora Queiroz Galvão.
O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, negou, em entrevista coletiva, que Temer e Machado mantiveram o tal encontro. Temer, por meio de nota, afirmou na quarta-feira (15) que mantinha “relacionamento apenas formal e sem nenhuma proximidade com Sérgio Machado”. Nesta quinta-feira, Temer afirmou que a manifestação de Machado (delação) era “irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa”.
No final da tarde desta quinta-feira (16), Machado, por meio de nota, reafirmou ter dito só a verdade em sua delação premiada.

Jovem que morreu em acidente combinou carona em redes sociais


Flávia Chemberg, de 21 anos, morreu no local, em Pardinho (SP).
Carro em que ela estava capotou em um trevo da SP-209.

Mariana BonoraDo G1 Bauru e Marília
Flávia tinha 21 anos e não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução/Facebook)Flávia  tinha 21 anos e não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução/Facebook)
Motorista ofereceu carona nas redes socias  (Foto: Facebook/reprodução )Motorista ofereceu carona nas redes socias
(Foto: Facebook/reprodução )
A jovem, de 21 anos, que morreu após o carro em que ela estava capotar na SP-209 na quarta-feira (15), em Pardinho (SP), tinha combinado uma carona para São Paulo por meio das redes socais.
Em uma publicação em um grupo onde as pessoas oferecem carona, Flávia respondeu à mensagem da motorista Marcela Rodrigues, que oferecia uma carona para São Paulo no dia que ocorreu o acidente por R$ 35. Na mesma mensagem, uma internauta lamenta o acidente.
Somente as duas estavam no veículo, com placas de Jaboticabal, que ficou destruído após capotar na rodovia, que fica entre o trevo de acesso a Pardinho e a Rodovia Castello Branco.
Marcela foi socorrida e encaminhada para o Hospital das Clínicas de Botucatu, mas recebeu alta nesta quinta-feira (16). Já Flávia morreu no local. O corpo da jovem foi enterrado nesta tarde no cemitério Portal das Cruzes.
Segundo informações da Polícia Rodoviária, por motivos a serem apurados, a motorista perdeu o controle do veículo, capotou e caiu em uma ribanceira.
As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil. O G1 tentou contato com a motorista, Marcela Rodrigues, mas ela não foi encontrada até a publicação da matéria.
Apesar de ser uma prática comum, principalmente entre estudantes, a Agência Nacional de Transportes Terrestres considera ilegal a prática da cobrança pela carona, não importando a quantia. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, as ofertas de carona que estabelecem um valor para o transporte, independente da quantia, é uma ação ilegal, por estar presente a característica de um transporte aberto ao público, mediante remuneração.
Para esse tipo de operação, é necessário que o transportador preencha uma série de requisitos legais e que tenha a devida autorização. No entanto, ressalta que cada caso deve ser analisado isoladamente e que a carona solidária gratuita, sem o intuito de obter lucro, é uma prática legal que deve ser incentivada.
Motorista capotou o carro e caiu em uma ribanceira  (Foto: Agência 14 News/ Divulgação )Motorista capotou o carro e caiu em uma ribanceira (Foto: Agência 14 News/ Divulgação )
Local foi isolado para trabalho da perícia, que vai inevstigar as causas do acidente  (Foto: Acontece  Botucatu/ Divulgação )Local foi isolado para trabalho da perícia, que vai investigar as causas do acidente (Foto: Acontece Botucatu/ Divulgação )

Sérgio Machado delatou para "arrumar a vida" Veja vídeo



No vídeo a seguir, Sérgio Machado explica que resolveu delatar seus padrinhos políticos do PMDB para se "libertar". "Eu poderia ter tranquilidade, arrumar minha vida e voltar a sonhar."
Machado conta que fez as gravações por conta própria e depois procurou o Ministério Público Federal para negociar um acordo de colaboração.




LULA ACIONA PGR CONTRA MORO



Lula, Marisa e os quatro filhos entraram com uma representação na PGR contra o juiz Sergio Moro.
A família alega "abuso de autoridade".
Lula reclama das escutas e da divulgação delas, das buscas e apreensões na casa dos filhos e diz que teve a liberdade restringida ao ser conduzido coercitivamente em 4 de março.

Lava Jato analisa risco de testemunha voltar ao Brasil



O MPF em Curitiba solicito à Polícia Federal que faça uma "análise de risco" sobre o retorno ao Brasil do empresário Hermes Magnus, considerado testemunha-chave da Lava Jato.
Magnus foi sócio de José Janene e responsável por denunciá-lo junto a Alberto Youssef em operações suspeitas envolvendo o Posto da Torre, em Brasília, origem da maior operação anticorrupção da história.
Com o avanço da Lava Jato sobre seus principais operadores, o empresário passou a sofrer ameaças e se exilou em Portugal, onde também foi perseguido. Mudou-se para o Canadá, mas quer voltar ao Brasil.

Geadas estabilizam a brotação das parreiras de uva em Colombo


WEBMASTER 15 DE JUNHO DE 2016

O frio e até mesmo as geadas são necessários para a dormência da planta; evitando o processo de brotação antes do tempo da videira

O frio e até mesmo as geadas são necessários para a dormência da planta.
O frio e até mesmo as geadas são necessários para a dormência da planta.
Durante a estação mais fria do ano, diversos são os cuidados necessários para o desenvolvimento da planta de videira. As baixas temperaturas registradas no mês de junho foram favoráveis para o surgimento de geadas e também para que não haja um adiantamento da brotação das parreiras.
“Diante das baixas temperaturas médias que temos em nosso município, as espécies de parreiras plantadas se adéquam muito bem no período de inverno. Pois, durante esse período ela se estabiliza e não sofre nenhuma alteração em seu ciclo de crescimento e produção”, explica o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo.
Vale lembrar, que somente no período da primavera as plantas iniciam seu processo de crescimento. “As variedades plantadas em Colombo são as mesmas plantadas em regiões mais frias como, por exemplo, no Rio Grande do Sul – que é comum ter temperaturas bem abaixo de 0° graus”, disse Toniolo.
O frio e até mesmo as geadas são necessários para a dormência da planta, ou seja, para que a parreira não entre no processo de brotação antes do tempo, prejudicando futuramente a produção. De acordo com o secretário da pasta, no período de inverno a gema da planta fica estabilizada para futuras brotações – que acontece durante a primavera.
“Hoje, podemos encontrar no mercado produtos para estabilizar este processo, pois não são todos os invernos que registram frio suficiente para estabilizar a planta”, lembra Toniolo.
Em lugares com clima tropical e dependendo da espécie da videira, a produção da planta pode chegar até duas vezes ao ano – devido à brotação pós-período de colheita. Em Colombo, em contrapartida, a uva possui melhor “brics” para produção de vinho, devido ao frio.
“O brics é a quantidade de açúcar encontrada na fruta, quanto maior o brics – melhor o vinho. O trabalho não termina pós-colheita, pois é aí que vêm os cuidados para ao ano seguinte – tanto nas pulverizações quanto nas calagens e conservação do solo”, ressalta o secretário.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Divulgação/ PMC

Beti Pavin inaugura AMPLIAÇÃO da Unidade de Saúde São Dimas





Nessa quinta feira dia 16 a prefeita Beti Pavin inaugurou a reforma e ampliação da Unidade de saúde de São Dimas que agora contará com 521, 46  m2, localizada na Rua Presidente Farias, 53. O investimento nessa obra foi de R$ 517.085,55. Nosso objetivo é levar a saúde mais próxima do cidadão e. com qualidade disse a prefeita Beti. Também esteve presente o Secretário Municipal de Saúde o Dr. Darci Braga, que enfatizou que prefeita  não mede esforços para que a saúde de nossa cidade seja de qualidade. Essa unidade irá atender uma população de mais de oito mil pessoas.