Decisão do STF empurra Eduardo Cunha para cassação


A decisão dos ministros de abrir uma ação penal por causa das contas na Suíça corrói o que ainda resta de apoio ao presidente afastado da Câmara

LEANDRO LOYOLA
22/06/2016 - 20h35 - Atualizado 22/06/2016 21h07
Por 11 votos a 0, os ministros do Supremo Tribunal Federal aceitaram nesta quarta-feira, dia 22, abrir uma segunda ação penal contra o presidente afastado da Câmara, deputado Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro. Cunha agora é réu, acusado dos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, evasão de divisas e falsidade ideológica com fins eleitorais por ter recebido propina em contas secretas mantidas na Suíça. O prejuízo imediato para Cunha, no entanto, é mais político do que criminal: a nova ação dá mais força ao movimento, praticamente inexorável, por sua cassação no plenário da Câmara.
O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

As contas bancárias de Cunha na Suíça são a base do processo que vai ao plenário depois de tramitar por oito meses no Conselho de Ética. Cunha é processado por ter mentido à CPI da Petrobras ao dizer que não tinha tais contas no exterior. Com sua decisão unânime, os ministros do Supremo chancelaram a acusação de que Cunha manteve contas secretas em bancos suíços e as usou para receber propina de negócios da Petrobras, descobertos pela Operação Lava Jato. “No caso das contas utilizadas pelo acusado, os indícios colhidos apontam evidências de que elas de fato pertenciam a ele e tinham como razão de existir real intenção de manter o anonimato com relação à titularidade dos valores”, disse o ministro relator, Teori Zavascki, em seu voto.
A decisão dos ministros do Supremo dá o argumento final para os parlamentares abandonarem Cunha de vez. Toda a batalha semântica que ele sustentou por meses na Câmara, ao negar que tinha mentido à CPI por ser “usufrutuário” de um trust, não titular de contas bancárias, foi rapidamente derrubada pelos ministros por unanimidade. Cunha perdeu muito do apoio que tinha na Casa desde que foi afastado do cargo, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A derrota no Conselho de Ética, na semana passada, foi um sinal inequívoco dessa tendência, reforçada pela pressão da opinião pública. Em nota, Eduardo Cunha afirmou seu “inconformismo com a decisão”. “Ao longo da instrução probatória, a minha defesa comprovará que o instituto do trust não significa que eu detenha a titularidade de conta”, disse. A ação no Supremo levará algum tempo. Na Câmara, uma situação mais urgente, ele tentará recorrer, mas sua cassação é tida como uma questão de tempo.

Reunião setorial discute o Plano Municipal de Cultura de Colombo


WEBMASTER 22 DE JUNHO DE 2016

Desta vez o encontro abordou temas relacionados a literatura e ao cartunismo

Durante reunião setorial, a escritora Liria Maria Silva Agibert apresentou seu recém lançado livro: "O enigma do talismã de Madrepérola"
Durante reunião setorial, a escritora Liria Maria Silva Agibert apresentou seu recém lançado livro: “O enigma do talismã de Madrepérola”
O Plano Municipal de Cultura norteará as ações para os próximos anos no município. E para que cada setor do movimento cultural esteja representado e sejam atendidas suas demandas, reuniões setoriais vem sendo realizadas. Recentemente a Casa da Cultura recebeu o encontro que definiu as ações, metas e objetivos referente a Literatura e Cartunismo.
Durante a reunião a diretora do Departamento de Cultura, Rita Straiotto, reforçou a importância deste diálogo. “Este é o momento de pensarmos no futuro cultural do município, o Plano Municipal de Cultura vai determinar ações que serão realizadas pelos próximos 10 anos, por isso a importância da participação da população e dos artistas que fazem parte do nosso movimento cultural”, afirma.
Conselheira para a construção do Plano Municipal de Cultura, a escritora Lira Maria Silva Agibert falou sobre o que representa este momento. “O nosso município é riquíssimo no que diz respeito a cultura, mas é preciso valorizar outras vertentes, como a literatura”, afirma. Autora dos livros: “Memórias de Virka”, “Domingo, a pipa e o vento”, e o recém lançado “O enigma do talismã de Madrepérola”, a escritora acredita que “este é o momento para alavancar o movimento cultural do município”.
Até o momento já foram discutidos temas relacionados a música e as artes cênicas. Nos próximo meses será a vez das artes plásticas, patrimônio histórico e manifestação cultural e artística.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

Câmara aprova criação de Parque Linear no Rio Palmital




            
Clique na foto para ampliar
Clique na imagem para amplia
Em duas sessões extraordinárias e na sessão ordinária desta terça-feira (21/6), a Câmara Municipal de Colombo incluiu a obra do Parque Linear do Rio Palmital nas diretrizes do Plano Plurianual 2014/2017 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), no valor de R$ 1,5 milhão.
Com a decisão, o Legislativo inclui como prioridade para a próxima gestão a execução da criação do Parque Linear do Rio Palmital, no bairro Guaraituba, uma área protegida por lei e, com a revitalização da área, impedindo enchentes e protegendo o leito do Rio Palmital, que nasce no município de Colombo e deságua no Rio Iraí.
A inclusão da obra foi feita a partir da proposição da Emenda Aditiva ao Projeto de Lei do Executivo nº 3/2016, que inseriu o projeto no Plano Plurianual - 2014 a 2017 da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e da Emenda Aditiva ao Projeto de Lei do Executivo nº4/2016, que garantiu o valor de R$ 1,5 milhão para a obra no orçamento do próximo ano, ambas criadas pela Comissão de Economia Finanças e Orçamento do Legislativo.
“Temos de parabenizar a Comissão em acolher essa demanda que é antiga em nosso município. Em sua gestão anterior, a prefeita Beti Pavin havia deixado o projeto pronto, mas não foi levado adiante pela gestão seguinte. Nós, que moramos naquela região, sabemos o quanto tem causado transtorno essas margens do Rio Palmital. E, efetivando essa construção, nossa juventude terá um espaço para o lazer”, destacou o vice-presidente da Câmara, o vereador Givanildo da Silva, o Gilgera (PSDB).
Na primeira sessão extraordinária, as duas emendas foram divulgadas e, nas sessões subsequentes, votados e aprovados em duas votações. “O bairro sonha muito com esse parque. Nós,moradores ficamos muitos felizes em saber  que, com essa emenda de R$ 1,5 milhão, teremos um parque com, local para caminhar, área de lazer”, acrescentou o 2º secretário da mesa diretor, o vereador Nivaldo Paris, o Nivaldo JNP (PV).


Perseguição a bandidos no Cemitério Água Verde termina com um preso; outro fugiu


Por Marina Sequinel e Flávia Barros
Caminhonete roubada tinha placas de Pinhais, na região metropolitana. (Fotos: Flávia Barros – Banda B)

perseguição a uma caminhonete roubada terminou com um jovem preso e outro foragido no bairro Água Verde, emCuritiba, na tarde desta quarta-feira (22). Os dois suspeitos chegaram a se esconder no cemitério da região para tentar despistar a polícia.
helicoptero]
(Foto: Reprodução/Banda B)
Segundo informações repassadas à Banda B, a caminhonete S10 havia sido roubada no Cajuru na segunda-feira (20). A perseguição de hoje, no entanto, teve início na Vila Torres e terminou na esquina das ruas Palmeiras com a Marquês do Paraná.
Os dois abandonaram o carro perto do Cemitério do Água Verde e entraram no local para se esconder. Um helicóptero sobrevoou a região para localizar os criminosos.
Um deles acabou preso, enquanto o outro fugiu. Ele foi encaminhado à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça. A Polícia Civil deve investigar o caso, para identificar e prender o segundo suspeito.

Mala é abandonada e mobiliza Esquadrão Antibombas na Rodoferroviária de Curitiba


Por Felipe Ribeiro e Daniela Sevieri
Foto: Colaboração
Foto: Colaboração

Uma mala abandonada mobilizou o Esquadrão Antibombas para a Rodoferroviária de Curitiba na noite desta quarta-feira (22). De acordo com a Polícia Militar, um passageiro teria visto um homem comprando uma mala e repassado todos os pertences para outra, o que despertou a suspeita no local.
“Assim que foi percebido o abandono próximo ao guarda-volumes, fomos acionados e realizamos o isolamento do local. Como é de praxe, esperamos a realização do raio x”, explicou o soldado Carolesso.
A grande área ficou isolada por conta do pacote suspeito. Foram aproximadamente duas horas até o local ser liberado.
Na mala, o Esquadrão Antibombas encontrou apenas um pente, chaveiro e papeis.

Motorista tenta fugir de assaltantes e atropela dois estudantes no Juvevê


Da Redação
(Fotos: Flávia Barros – Banda B)

Uma motorista atropelou dois estudantes de uma escola particular ao fugir de assaltantes na Rua Constantino Marochi com a Campos Salles, no bairro Juvevê, em Curitiba, na tarde desta quarta-feira (22). Uma das vítimas foi socorrida em estado grave e a outra com ferimentos moderados.
“A motorista se assustou com o assalto, deu a ré e acabou atingindo quem estava na calçada. Um dos jovens socorridos está em estado grave e foi levado ao hospital pelo Siate do Corpo de Bombeiros”, disse à Banda B a tenente Jeniffer, da Polícia Militar (PM).
Um motorista que teve o carro atingido pela vítima do assalto contou o que aconteceu. “Ela estava com um bebê no carro e se desesperou. Acabou dando a ré e pegou os carros, atropelando também os estudantes. Eles foram arrastados e estavam muito machucados”, relatou.
As vítimas atropeladas foram uma menina de 16 anos e um jovem de 18, que teve ferimentos mais graves.

As provas contra Dilma no TSE



A Lava Jato mandou para o TSE as provas do pagamento de propina na campanha de Dilma Rousseff.
Segundo o Valor, “os procuradores enviaram um total de 79 arquivos, entre planilhas e documentos bancários, que segundo a acusação comprovam as transferências realizadas pelo operador Zwi Skornicki e o Grupo Odebrecht a João Santana”.
Dilma Rousseff não tem a menor chance de escapar do impeachment. Se ela escapasse, seria imediatamente cassada pelo TSE.

"Poderia causar a falência da Lava Jato"



Gilmar Mendes acompanhou Dias Toffoli e também votou para que os casos da mulher e da filha de Eduardo Cunha continuassem no STF. Estão sendo vencidos pelo restante do plenário.
Teori Zavascki, ao tratar do assunto, disse que manter as duas investigadas na Suprema Corte poderia causar a falência da Lava Jato, uma vez que, na análise dele, seria preciso "trazer os outros envolvidos".
O relator lembrou que o STF levou seis meses para julgar o mensalão, quando eram 40 os investigados.
"Quanto levaria para julgar 400 pessoas?", questionou.

Menina escreve carta à mãe no AM e denuncia pai por estupro: 'Me ajuda'


Criança de 12 anos diz que tentou contar antes, mas teve medo.
Pai negou acusações; ele deve ser encaminhado à cadeia pública.

Suelen GonçalvesDo G1 AM
Menina denunciou estupro e pediu ajuda da mãe (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Menina denunciou estupro e pediu ajuda da mãe (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Uma carta foi a maneira encontrada por uma menina de 12 anos para contar à mãe sobre os estupros sofridos pelo próprio pai, dentro da casa da família. O pedido de socorro foi entregue à polícia na Zona Leste de Manaus, e o homem foi preso na terça-feira (21). No relato, a criança conta que os estupros ocorriam há algum tempo e que já havia escrito uma outra carta para a mãe, mas não teve coragem de entregar. No texto, ela pede ajuda.
saiba mais

O tenente B. Chaves, da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), contou ao G1 que foi abordado pela menina e pela mãe, ambas abaladas. Após ouvir o relato das duas e ler a carta, uma viatura foi até a casa da família e o homem foi preso em flagrante.
A menina contou à polícia que foi vítima de mais um estupro na tarde de terça e, por isso, decidiu escrever a carta para a mãe. "Ela sentia vergonha, tinha medo. Ela pedia perdão porque na cabeça dela estava traindo a própria mãe", disse o policial.
Menina relatou estupro em carta escrita para a mãe (Foto: Arquivo Pessoal)Menina relatou estupro em carta escrita para a mãe
(Divulgação/Polícia Militar)
Relato
No texto, a criança conta como ocorriam os crimes. A menina não cita quando os estupros tiveram início, mas afirma que eles ocorriam há muito tempo. Ela chega a pedir perdão para a mãe e a dizer que não conseguia impedir os abusos do pai.

"Mãe, me perdoa. Faz um tempo que isso está acontecendo [...] hoje isso aconteceu, isso é tão nojento. Mãe, eu nunca teria coragem de dizer para ele parar. Tudo começou quando ele veio com uma história de que queria lutar. Eu queria tirar ele de cima de mim, mas eu não conseguia, depois eu deixei, mas na minha mente eu nunca quis, ele falava para eu não sair, só que me doía muito mas eu sempre deixava. [...] Eu não queria olhar na cara dele, mas eu tinha que fingir que estava tudo normal. Eu não queria mais escutar no jornal coisa (sobre) abuso porque me doía muito. Eu já tinha escrito outra carta, só que não tive coragem de entregar. Eu pedi a Deus coragem para entregar essa. Por isso eu ficava com raiva de repente, nem ele nem a senhora me viram chorando, mas eu choro muito", diz um trecho da carta.
Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o homem tem 34 anos, é industriário durante o dia e à noite faz bicos como mototaxista. Na delegacia, o pai negou as acusações da filha.

A menina foi encaminhada para exames no Instituto Médico Legal (IML). O laudo, segundo a assessoria da Polícia Civil, confirmou os abusos.
O pai da criança foi autuado por estupro de vulnerável e deve ser encaminhado à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.
Caso foi encaminhado para Depca (Foto: Leandro Tapajós/G1 AM)Caso foi encaminhado para Depca
(Foto: Leandro Tapajós/G1 AM)
Dados
Em Manaus, 1. 283 casos de estupro em menores de 18 anos foram registrados de janeiro de 2014 a maio de 2016. Em 732 deles, as vítimas tinham menos de 11 anos.
Os dados fazem parte de um levantamento feito pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), que apontou ainda o total de 551 registros de estupros com vítimas entre 12 e 17 anos.
Juliana Tuma, titular da Depca, afirmou que grande parte dos estupros são cometidos por alguém da família ou próximo da criança, dificultando que a vítima revele o crime. Ter atenção ao comportamento das crianças contribui para os responsáveis descobrirem os casos.
"A própria alteração psicossomática nessa criança vai mostrar algo errado, como introspecção, agressividade, isolamento, tristeza, apatia, alterações no sono . Então, a mãe tem que estar atenta para  alterações de comportamento de seu filho e estabelecer uma relação de confiança com ele para evitar esses casos", afirma a delegada.
Trechos da carta escrita pela vítima (Foto: Reprodução)Trechos da carta escrita pela vítima (Foto: Reprodução)

Postou, mas ainda não chegou



O ofício de Teori Zavascki para Sérgio Moro, contendo mídias e a decisão sobre as investigações de Lula, está parado na agência dos Correios na Câmara dos Deputados desde ontem.

Moro assusta



Já que não deu para manter as investigações sobre a mulher e a filha de Eduardo Cunha no STF, a defesa da família avisou que vai tentar levar os casos para a Justiça do Rio de Janeiro.

Campos e Bezerra receberam propina de Abreu e Lima




Inquérito da Polícia Federal cita o empresário João Carlos Lyra de Melo Filho como o verdadeiro proprietário do jatinho que caiu com Eduardo Campos em Santos, na campanha de 2014.
Para a PF, Lyra intermediou propina da Camargo Corrêa ao ex-governador de Pernambuco e ao senador Fernando Bezerra Coelho.
"João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho foi reconhecido pelos ex-empregados da Camargo Corrêa como sendo a pessoa encarregada de entregar a propina devida por aquela empreiteira ao ex-governador Eduardo Campos e ao senador Fernando Bezerra Coelho em virtude das obras na refinaria Abreu e Lima. Apresenta-se formalmente como único adquirente do avião PR-AFA, embora tal transação não tenha sido formalizada”, diz o inquérito citado pelo G1.