Walter Torre mentiu



Walter Torre disse também à PF que negociou com Renato Duque as mudanças nas obras do Estaleiro Rio Grande, mas alega que nunca pagou propina ao ex-diretor.
O empresário não explicou como venceu o contrato para a construção do estaleiro, desbancando as maiores empreiteiras do País, mesmo sem qualquer expertise na área.
Walter afirmou que "tinha um terreno no Rio Grande e então decidiu construir a fábrica lá", referindo-se ao estaleiro. O Antagonista sabe que Walter está mentindo pelos seguintes motivos:
- Antes de a WTorre entrar no negócio, era Daniel Birmann o "dono" do estaleiro, que nem sequer existia fisicamente. Birmann, "o rei da mamona", estava de olho na construção dos petroleiros da Transpetro. Mas quando a Petrobras resolveu encomendar navios-sonda, ele repassou o negócio para a WTorre.
- Nem Birmann nem Walter tinham a propriedade do terreno para a instalação do estaleiro, o que era uma exigência do edital.
- Só após a homologação da vitória da WTorre, o então ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, assinou uma portaria doando o terreno da União para o Estado do Rio Grande do Sul, que imediatamente repassou a propriedade para a construtora.
O mesmo Paulo Bernardo denunciado hoje pelo MPF na Operação Custo Brasil.

Toffoli envia ao plenário apartamento de Gleisi



Em despacho assinado há pouco, Dias Toffoli decidiu enviar para o plenário do STF, como era esperado, a reclamação feita pelo Senado sobre buscas no apartamento funcional de Gleisi Hoffmann no âmbito da Custo Brasil.
O Antagonista já mostrou que a queixa não tem nenhum fundamento, uma vez que os mandados visavam apenas objetos relacionados a Paulo Bernardo, marido da petista.

Liberado por Lewandowski é "tesoureiro" do PCC



O Antagonista obteve a denúncia do Ministério Público do Ceará contra Luís Fabiano Ribeiro Brito, integrante do PCC beneficiado por um habeas corpus concedido por Ricardo Lewandowski durante o plantão do STF.
No documento, o promotor Francisco Elnatan de Oliveira Júnior disse que, em seu celular, foram encontrados áudios e mensagens de WhatsApp que apontam Luis Fabiano como "o articulador e uma espécie de tesoureiro do grupo criminoso".
O MP considera o detido "predisposto à prática criminosa violenta e ostenta personalidade corrompida, com notórias marcas de insensibilidade moral e indiferença à vida humana. Portanto, há um risco bastante ponderável de que, caso em liberdade, exposto aos mesmos estímulos nocivos que vêm moldando o seu comportamento, ele torne a cometer delitos da mesma espécie".

Jucá com visto americano até 2025



Romero Jucá enviou a O Antagonista uma cópia do próprio visto americano, com vencimento em 7 de dezembro de 2025, e de um e-mail recebido daEmbaixada dos Estados Unidos informando que o documento dele está válido.
No último sábado, o jornal O Globo publicou que Jucá teve o pedido de visto negado pelo governo americano "por ser investigado pela Lava-Jato".
"É uma mentira. Meu visto está válido até 2025. E não estou pedido visto para Venezuela ou para Cuba, para passear com o [Roberto] Requião, não", ironizou da tribuna do Senado, há pouco.
O ANTAGONISTA AGORA T

Quem vai primeiro: Dilma ou Cunha?



O governo chegou a uma conclusão sobre a melhor sequência dos fatos no Congresso Nacional.
Primeiro, Dilma; depois, Eduardo Cunha.
O receio, segundo o Estadão, é que Cunha tumultue o afastamento de Dilma e a própria vida do Planalto se for degolado primeiro.

Weverton projeta adaptação rápida e exalta chance na Olimpíada: “Título que ninguém conseguiu”


Por Rodrigo Dornelles com informações de Wellington Campos
Convocado para substituir Fernando Prass nos Jogos Olímpicos no Rio, o goleiro Weverton, do Atlético, se apresentou nesta segunda-feira (1) à seleção e concedeu sua primeira entrevista coletiva como jogador da seleção brasileira. Comparando os estilos de jogo da equipe de Rogério Micale e do Furacão, ele projetou uma rápida adaptação e exaltou a chance de disputar a Olimpíada.
Buscando uma inédita medalha de ouro e jogando em casa, o grupo entrará pressionado nos Jogos, mas Weverton diz confiar no elenco e que cada atleta será importante na buscar pela conquista inédita. “É a oportunidade do grupo de conseguir um título que ninguém conseguiu, esse tem que ser o pensamento do grupo. Todo mundo é importante, todo mundo é solução para o problema que a gente tem que é ganhar essa medalha”, comentou o goleiro.
Weverton já se apresentou à seleção. (Wellington Campos)
Weverton já se apresentou à seleção. (Wellington Campos)
Avaliando os estilos de jogo da seleção olímpica e do Atlético como parecidos, o goleiro entende que sua adaptação será rápida. “Pelo que eu vi do estilo de jogo do (Rogério) Micale é bem parecido ao que venho fazendo com (Paulo) Autuori no Atlético, um jogo moderno. Hoje o goleiro participa muito mais do jogo, sempre presente nas ações, mais participativo. É uma coisa que já venho fazendo, é natural, espero que possa me adaptar o mais rápido possível”, afirmou Weverton.
Um dos questionamentos mais repetidos durante a coletiva foi exatamente a qualidade com os pés. Em crescimento neste quesito, Weverton se vê preparado. “Jogar com os pés acho que é o futebol de hoje, se não se adaptar a isso o mais rápido possível, vai ficar para trás. Então o Paulo Autuori vem pedindo isso muito e trabalhando muito isso e não vejo problema em trabalhar com os pés”, disse o camisa 1 da seleção.
Goleiro não vê problemas de adaptação ao estilo de jogo da seleção. (Lucas Figueiredo/ MoWa Press/ CBF)
Goleiro não vê problemas de adaptação ao estilo de jogo da seleção. (Lucas Figueiredo/ MoWa Press/ CBF)
Fã de Marcos e Dida, o goleiro atleticano falou sobre a referência brasileira de jogo com os pés e também exaltou a importância de Autuori em seu desenvolvimento na questão. “Marcos foi sempre um cara que eu me inspirei muito. Ele e o Dida foram dois grandes goleiros da seleção que fizeram história no futebol e que eu admiro”, contou Weverton. “A identificação para jogar com pé, a referência no Brasil sempre foi o Rogério Ceni. Essa mudança também do futebol e a chegada do Paulo Autuori no Atlético pediu muito isso, essa participação maior, interação maior de sair jogando, com os pés, sem ter medo de errar, sem ter receio, e acabou dando certo e fui aperfeiçoando cada vez mais e hoje me sinto bem e tranquilo para essa função”, garantiu.
Pego “de surpresa” com a convocação, Weverton foi chamado no domingo (31) e nesta segunda já estava se apresentando à seleção. Com o grupo, irá ter ao seu favor alguns atacantes que já enfrentou em outras oportunidades. Weverton admite que fica aliviado em ter nomes como Neymar e Gabriel atuando ao seu lado. “Ontem até estava falando com meus companheiros, estava chutando bola para Marcos Guilherme, Nikão, outros, e agora vou chutar para Neymar, Gabigol. É uma comparação de brincadeira, mas eles sabem, são grandes jogadores do futebol brasileiro, mundial, e brincadeiras à parte, lógico que dão trabalho, já fizeram gol em mim e agora ter eles do meu lado com certeza vou ficar um pouco mais tranquilo”, comentou o goleiro da seleção brasileira.
Já apresentado, Weverton realiza seu primeiro treinamento com o restante dos companheiros na tarde desta segunda-feira (1). Na quinta (4), o Brasil faz sua estreia na Olimpíada jogando no Mané Garrincha, em Brasília, a partir das 16h, diante da África do Sul.

Trabalhamos para cassação de Cunha ser votada em agosto, reafirma Maia



Estadão

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira, 1, que vai trabalhar para que o pedido de cassação do ex-presidente da Casa e deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja votado em plenário durante o mês de agosto, em uma semana de quórum alto. Ele já havia manifestado a intenção no mês passado.
Maia evitou, porém, cravar a data exata. “O que disse é que a segunda semana poderia ser uma com quórum mais alto, mas já tem deputado dizendo que é a semana do registro das candidaturas”, disse. “Então, vamos aguardar, para não dar uma data errada, e não criar nenhum tipo de frustração de nenhum dos lados”, emendou.
Maia disse a aliados que quer se livrar o mais rápido possível do caso de Cunha, mas já avisou que não colocará o assunto em apreciação se houver menos de 460 deputados em plenário. Como sabe que toda cobrança sobre o resultado da votação recairá sobre ele, o deputado não quer que um possível arquivamento manche sua biografia política.

Lewandowski recebe abaixo-assinado de juristas em apoio a Lula


Estadão



Procuradores, advogados e professores de Direito enviaram nesta segunda-feira, 1, um abaixo-assinado ao presidente doSupremo Tribunal Federal (STF)Ricardo Lewandowski, em apoio à decisão da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de recorrer a Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).
Lewandowski
(Foto: Arquivo/José Cruz/ABr)
A peça foi encaminhada ao organismo internacional no último dia 18, com críticas ao que o ex-presidente considera “abuso de poder” do juiz Sérgio Moro e dos procuradores da Operação Lava Jato.
Ao todo, 64 pessoas assinaram o documento, entre eles o procurador e ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, o ex-presidente da OAB-RJ e deputado Wadih Damous (PT-RJ) e o ex-integrante do Conselho Nacional de Justiça Marcelo Neves.
No documento, o grupo defende que “algumas ações tomadas contra Lula, especialmente pelo juiz federal Sérgio Moro, demonstram claramente o viés parcial e autoritário das medidas que atentaram contra os direitos fundamentais dele, Lula, de seus familiares e até mesmo de seus advogados de defesa”.
Eles afirmam como exemplo o fato de Lula ter sido alvo de uma condução coercitiva para prestar depoimento em março, a divulgação de gravações telefônicas entre o ex-presidente e interlocutores como a presidente afastada Dilma Rousseff, e o fato de ele ter sido proibido de assumir o posto de ministro-chefe da Casa Civil.
“Não é sem razão que Luiz Inácio Lula da Silva foi buscar por meio de Comunicação no âmbito do Protocolo Facultativo ao Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos (ICCPR), no Escritório do Alto Comissariado dos Direitos Humanos das Nações Unidas em Genebra, Suíça, a preservação dos direitos fundamentais, dos direitos humanos e do próprio Estado Democrático de Direito – que vem sendo assaltado pelos inimigos da democracia e pelo autoritarismo de agentes do Estado”, diz o texto.
No documento, eles afirmam que as “elites e a oligarquia” nunca se conformaram com “a ascensão da esquerda ao poder”, isto é, com a chegada de Lula e do PT à Presidência em 2002.
Segundo o grupo, desde então, foi iniciado “uma verdadeira caçada” a Lula “com o apoio da grande mídia”. “Embora tenha deixado a presidência da República há cerca de seis anos, Luiz Inácio Lula da Silva continua sofrendo ataques preconceituosos e discriminatórios. Agora as ofensas estão acompanhadas de uma tentativa vil de criminalizar o ex-presidente”, diz o texto.
Para eles, as classes mais altas têm “ódio” de Lula e “essa odiosidade” foi transferida para Dilma, “que é vítima de um golpe parlamentar que afrontou a democracia brasileira”.
Gilmar
Também nesta segunda, o ministro do STF Gilmar Mendes classificou como uma ação “precipitada” a denúncia feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Comitê de Direitos Humanos da ONU contra o Estado brasileiro. “No mínimo, eu diria que é uma ação precipitada, mas deve ter uma lógica no campo político, onde o ex-presidente atua com maestria. Portanto não me parece que seja uma questão a ser analisada no plano jurídico, me parece que é mais uma ação de índole política”, afirmou o ministro.
Na última sexta-feira, 29, a Justiça Federal em Brasília aceitou denúncia contra Lula, o senador cassado Delcídio Amaral (sem partido-MS), o banqueiro André Esteves, o pecuarista José Carlos Bumlai e mais três pessoas. O grupo é acusado de operar para obstruir as investigações da Lava Jato, com tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró.

Trabalhador morre ao cair em máquina trituradora dentro de fábrica de cerâmica


Da Redação
vitima-acidente-de-trabalho
(Foto: Colaboração/Banda B)

Um trabalhador de uma fábrica de cerâmica morreu ao cair em uma máquina trituradora em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, no fim da tarde desta segunda-feira (1º). O caso aconteceu na Avenida Paraná, no bairro Iguaçu.
Segundo testemunhas, ele jogava terra dentro da trituradora, quando se desequilibrou e caiu. Ele teria sido ‘engolido’ pela máquina.
Os funcionários do local disseram que não tiveram tempo de ajudar a vítima. O corpo do homem, ainda não identificado, foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Bandidos cercam e atiram contra van em resgate de presos na RMC; um fugiu e outro foi baleado


Por Marina Sequinel e Flávia Barros
fuga-SJP3
Van foi cercada e atingida por disparos. (Fotos: Márcio Camargo/Colaboração Banda B)

Uma tentativa de resgate a presos da Casa de Custódia em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, mobilizou a polícia na tarde desta segunda-feira (1º). Uma van escoltada saía do local para levar 10 detentos a audiências quando foi abordada por bandidos armados em um Honda Civic.
fuga-sjp4dentro
(Foto: Márcio Camargo/Colaboração Banda B)
“Quando o veículo chegou na rodovia, foi cercado por marginais em um carro, que começaram a disparar contra a van. Nisso, eles conseguiram resgatar um dos presos, enquanto outro, que também tentou se aproveitar da fuga, foi baleado e acabou sendo abandonado”, contou o delegado do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Rodrigo Brown, em entrevista à Banda B.
Segundo um morador do bairro Guatupê, onde a ocorrência foi registrada, os bandidos estavam fortemente armados com fuzil. “Eu vi tudo, eles estavam dentro de um Honda Civic prata, eram uns quatro homens. A quadrilha pegou dois presos, mas um acabou baleado e foi encontrado logo depois, perto do carro abandonado”, comentou a testemunha.
O preso baleado foi socorrido e encaminhado ao hospital. Quando receber alta, deve voltar à Casa de Custódia. O Cope continua no local para descobrir a autoria do crime e capturar o detento foragido.

Motociclista se perde em curva e fica gravemente ferido após bater contra caminhão na BR-277 - vídeo



Por Felipe Ribeiro e Marco Piza

Um motociclista ficou gravemente ferido após bater contra um caminhão e invadir a pista contrária da BR-277, em Morretes, no Litoral do Estado, durante a tarde desta segunda-feira (1). Segundo testemunhas, a vítima havia acabado de fazer o retorno e se perdeu em uma curva enquanto subia a Serra do Mar.
acidentemoto277
Reprodução
De acordo com Adilson Camargo, que atua como socorrista em uma empresa privada, o motociclista subia a Serra quando percebeu a motocicleta em chamas. “Desci correndo para prestar os primeiros socorros e percebi que a moto Hornet já havia ultrapassado a mureta. A pancada ali foi muito forte, deu para perceber o caminhão caçamba amassado no local”, comentou.
A concessionária Ecovia informou que o acidente aconteceu no quilômetro 47. A vítima sofreu os primeiros socorros no local e foi encaminhada ao Hospital São José.
Durante o atendimento, uma pista em cada sentido da rodovia seguiu aberta, o que possibilitou a continuidade do fluxo de trânsito.
Confira vídeo enviado à Redação da Banda B:


PM que sumiu há 4 dias investigava por conta própria assalto à esposa


Por Marina Sequinel

esposa do policial militar Rodrigo Federizzi, de 32 anos, desaparecido desde a última quinta-feira (28), descobriu que o marido investigava, por conta própria, um assalto que ela sofreu em maio deste ano. Ellen Federizzi, 32, não descarta a hipótese de que esse seja o motivo por trás do sumiço do PM.
policial-militar-rodrigo
Família acredita que desaparecimento pode estar relacionado à investigação sobre assalto. (Foto: Arquivo pessoal)
“Ele saiu de casa no dia 28 às 10h30, dizendo que ‘ia resolver uma questão’. Não me deu nenhuma satisfação, apenas contou que um colega iria junto com ele, mas também não falou quem seria essa pessoa. O Rodrigo me disse que a gente conversaria quando ele voltasse e que provavelmente passaria a noite fora. Ele me deu um beijo e saiu”, relatou ela em entrevista ao radialista Geovane Barreiropara o Jornal da Banda B 2ª Edição.
Às 17h do mesmo dia, Ellen tentou ligar para o marido, mas o celular dele já estava desligado. Desde então, ela não conseguiu nenhum contato com o policial, que estava escalado para trabalhar apenas no sábado.
Segundo ela, Rodrigo não tinha o hábito de esconder o que fazia. Ela começou a suspeitar que algo estava errado porque, nos últimos dias antes do desaparecimento, ele parecia mais calado do que de costume. “Ontem, conversando com o meu sogro, eu descobri que ele estava investigando, por conta própria e com a ajuda de alguém, o assalto que eu sofri em maio. Na ocasião, eu fui agredida e os bandidos ainda tentaram me violentar. Eu cheguei em casa muito machucada”.
Rodrigo e Ellen moram em um condomínio em Curitiba junto com o filho, de nove anos. Ele trabalha como policial militar desde 2008. “O meu filho não para de perguntar do pai e eu já não sei mais o que fazer. Mas eu tenho esperança, sei que ele vai chegar a qualquer momento. Acredito que algo deu errado e ele está se escondendo”, afirmou.
Corpo carbonizado
De acordo com Ellen, o corpo de um homem carbonizado encontrado na Rua Dirceu Machado, no bairro Campo de Santana, não pertence ao marido – como indicou a análise das impressões digitais.
Qualquer informação sobre o paradeiro de Rodrigo pode ser repassada à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por meio do telefone (41) 3360-1400.

Amante que confessou planejar morte de empresário da Telexfree é presa


Jovem de 20 anos se apresentou à polícia nesta segunda-feira (1º).
Dorian da Silva Santos foi encontrado morto no dia 19 de julho.

Do G1 BA
Daiane Oliveira, amante de empresário da Telexfree morto na Bahia, foi presa ao se apresentar na delegacia nesta segunda-feira (1°)  (Foto: Aldo Matos/Site Acorda Cidade.)Daiane Oliveira, amante de empresário da Telexfree morto na Bahia, foi presa ao se apresentar na delegacia nesta segunda-feira (1°) (Foto: Aldo Matos/Site Acorda Cidade.)
A jovem de 20 anos que confessou ter planejado a morte do empresário Dorian da Silva Santos, um dos pioneiros da Telexfree na Bahia, se apresentou à polícia com o advogado na tarde desta segunda-feira (1°), na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. A informação é do delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios da cidade, que está à frente das investigações.
De acordo com a polícia, foi cumprido o mandado de prisão contra Daiane de Oliveira Dias e ela será encaminhada para o presídio de Feira de Santana ainda nesta segunda-feira. Ela vai responder pelo crime de latrocínio. A jovem chegou a ser levada para a delegacia no dia 21 de julho, quando, em depoimento, confessou o crime, mas foi liberada, pois de acordo com a Polícia Civil, não houve flagrante e nem havia mandado de prisão contra ela.
Empresário Dorian da Silva Santos foi um dos pioneiros da Telexfree na Bahia (Foto: Reprodução/Facebook)Empresário Dorian da Silva Santos foi um dos
pioneiros da Telexfree na Bahia
(Foto: Reprodução/Facebook)
Dois homens que participaram do crime foram presos no dia 20 de julho, após realizarem uma série de assaltos em Feira de Santana, usando o carro da vítima. Segundo a polícia, eles foram mantidos detidos por conta dos outros crimes e na quinta-feira (28) saiu o mandado de prisão preventiva referente ao crime contra o empresário. Os dois homens permanecem presos.

Relação amorosa
Conforme a polícia, desde os 15 anos de idade, Daiane tinha um relacionamento com Dorian, que era casado. Ainda de acordo com a polícia, a mulher é natural de Salvador, mas morava com os pais em um povoado do município de Serra Preta, mesma cidade onde o empresário residia.
Além do relacionamento que tinha com o empresário, Daiane começou a namorar com um dos homens envolvidos na morte de Dorian. Conforme o delegado Gustavo Coutinho, Daiane teria dito ao comparsa que o amante era rico e os dois planejaram o assalto contra a vítima.
Homens suspeitos de envolvimento na morte do empresário foram presos na Bahia (Foto: Ramon Ferraz/TV Bahia)Homens suspeitos de envolvimento na morte do
empresário foram presos no dia 20 de julho
(Foto: Ramon Ferraz/TV Bahia)
Conforme a polícia, a jovem e os dois comparsas teriam planejado o crime um dia antes de o empresário ser morto. No dia do homicídio, a mulher ligou para a vítima e marcou um encontro em um local onde funcionava o antigo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas proximidades do campus da Universidade Estadual de Feira de Santana(Uefs).
O empresário e amante foram para uma casa alugada perto do local do encontro. Quando os dois deixaram o local, dois homens cehgaram e anunciaram um assalto. Conforme a polícia, a vítima foi rendida e levada pelos suspeitos ao local do crime, no povoado do Caetano, no distrito de Humildes.
Segundo o delegado, a amante chegou a ser amarrada pelos suspeitos junto com o empresário. Mas Dorian teria desconfiado de que se tratava de uma armação e foi morto.
Prisão de suspeitos
Os dois homens apontados como comparsas de Daiane foram presos com o carro da vítima). Depois do crime, Joanderson Menezes Lima e Davi Rios de Oliveira ficaram com o veículo e o utilizaram para realizar assaltos em Feira de Santana. Após uma denúncia anônima, a polícia prendeu três homens. Segundo a polícia, um deles não tem envolvimento com o crime contra o empresário.
Com os homens foram apreendidos dois revólveres calibre 38, quatro cartuchos intactos e cinco deflagrados, quatro aparelhos celulares, uma foto do empresário assassinado, documento de um veículo e folhas de cheques em nome da vítima.
Empresário foi encontrado morto em matagal na Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)Empresário foi encontrado morto em matagal
(Foto: Reprodução/TV Bahia)
Caso
Dorian da Silva Santos foi localizado com as mãos amarradas para trás e com várias marcas de tiros na cabeça, na terça-feira (19).
Em entrevista ao G1, o delegado Fabrício Alencar relatou que a vítima estava com amigos no centro de Feira de Santana, por volta das 15h, quando atendeu a uma ligação e depois "disse que iria sair para resolver algumas coisas".

Cerca de uma hora e 30 minutos depois, a polícia foi procurada com a informação de que ele havia sido encontrado morto no distrito que fica a cerca de 20 quilômetros do centro da cidade.
Segundo o delegado, Dorian da Silva era provável candidato à prefeitura de Serra Preta, a 65 quilômetros de Feira de Santana, e é conhecido na região por ter sido um dos primeiros representantes no estado da Telexfree, empresa que é investigada desde 2013, quando foi acusada pelo Ministério Público do Acre de realizar um esquema de pirâmide financeira sob o disfarce de empresa de marketing multinível. As atividades da empresa foram bloqueadas em 2013