Manifestação contra Temer em Curitiba


noticia_215262_img1_bptemer
A manifestação contra o presidente Michel Temer, em Curitiba, começou às 17h00 na Praça 19 de Dezembro, no Centro de Curitiba, subiu pela Avenida Batel e depois até a Praça Espanha. São 400 manifestantes, segundo a PM. Com informações do Bem Paraná.
No Facebook, o movimento Fora Temer! Não tem Arrego teve 2.500 confirmações e 2.700 interessados. Para o mesmo horário está marcada o evento Avante | Levante feminista contra Temer, que teve 527 confirmações. Polícia Militar do Paraná acompanha o protesto para garantir a segurança. No Leia Mais, o manifesto do movimento que tem coordenação de partidos e movimentos de esquerda inconformados com a deposição de Dilma Rousseff.
“No dia 31, iniciamos essa nova fase de lutas em Curitiba. A RESISTENCIA POPULAR IRÁ INCOMODAR OS PODEROSOS!
Lavamos a alma e nos revigoramos, foram milhares de pessoas nas ruas, a juventude estava em PESO. A combatividade volta a reinar na republiqueta de Curitiba. Não iremos parar, o título já diz tudo. NÃO TEM ARREGO”, diz o texto do evento.
A avaliação do governo do presidente Temer (PMDB) como “ótimo” e “bom” varia de 8% a 19% nas capitais, segundo pesquisas Ibope realizadas nesta semana e na semana passada. A maior parte dos levantamentos foi feita antes do impeachment de Dilma Rousseff, quando Temer ainda ocupava o cargo interinamente. Em Curitiba, apenas 15% dos entrevistados aprovam a administração de Temer, ou seja, consideram boa ou ótima. Outros 33% dos curitibanos acham a administração do presidente regular e 41%, ruim ou péssima.
O maor índice de aprovação à administração de Temer é registrado em Manaus: 19% a classificam como ótima ou boa. Já em Salvador e em Aracaju, 8% dos eleitores classificam sua gestão como ótima ou boa – o menor índice entre todas as cidades. Salvador também é a capital com a maior reprovação à administração de Temer: 53% dizem que seu governo é “ruim” ou “péssimo”.
Todas têm nível de confiança de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. Elas estão registradas nos TREs (tribunais regionais eleitorais) e no TSE.

Bandidos matam jovem com tiro na cabeça e espancam adolescente a pauladas na RMC


Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento
homicidio-e-tentativa-frg2
(Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Um jovem de 22 anos foi encontrado morto e um adolescente de 16 gravemente ferido em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, na tarde deste domingo (4). Jhonatan Cunha e o menor estavam caídos no final da Rua Francisco Ferreira da Cruz.
Segundo informações apuradas no local, o rapaz levou um tiro na cabeça, enquanto o adolescente foi agredido a pauladas. “A princípio parece que não houve entrada de projétil no menor, mas ele estava bastante machucado”, comentou o guarda municipal Braga em entrevista à Banda B.
O adolescente foi socorrido de helicóptero ao hospital em estado gravíssimo. “O chacareiro avistou os dois caídos e contou para o vigilante de uma empresa da região, que nos acionou. Ainda não sabemos com exatidão como tudo aconteceu ou o motivo”, completou o guarda.
O homem que encontrou os corpos disse que não conhece nenhuma das vítimas. “Eu nunca vi nenhum dos rapazes por aqui. Pode ser que eles tenham vindo para alguma rave feita em uma mansão abandonada da região, que vive sempre cheia. É uma briga para acabar com essas festas”, comentou à reportagem.
O corpo de Jhonatan foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba e a Polícia Civil investiga o caso para identificar e localizar os autores.

Denúncia de perturbação de sossego termina com homem preso e carro apreendido no litoral


Da Redação

carro-apreendido2
(Foto: Colaboração)
Uma denúncia de perturbação de sossego em Ipanema, no litoral do Paraná, terminou com um homem detido e um veículo clonado apreendido na madrugada deste domingo (4). Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para verificar o som alto na Vila dos Pescadores quando se deparou com diversos carros estacionados na frente de uma residência.
Um Gol com placas AOO-9156 constava no sistema como “reservado” e a PM descobriu que havia adulteração no Chassi, já que o automóvel batia com um veículo de placas ACZ-4277 – que já tinha Boletim de Ocorrência do proprietário por estar recebendo multas de outra cidade.
Constatada a clonagem, o rapaz e o veículo foram encaminhados à delegacia para que as medidas cabíveis fossem tomadas.

Homem morre após carro bater em árvore e partir ao meio em estrada no Paraná


acidente-leopolis
(Foto: Reginaldo Tinti/Anuncifácil – odiario.com)
Um motorista de 44 anos morreu no início da noite deste sábado (3) horas depois de sofrer um acidente de trânsito na PR-160, entre os municípios de Leópolis e Sertaneja, no Norte do Paraná. O carro da vítima partiu ao meio ao bater em uma árvore.
O acidente aconteceu por volta das 15h, quando o motorista perdeu o controle da direção de um veículo Gol e colidiu contra a árvore às margens da rodovia. O motorista, identificado como Antônio Carlos Moreira, foi ejetado do veículo.

Cardozo prepara novo recurso ao STF




O Estadão informa que José Eduardo Cardozo entrará com novo mandado de segurança no STF.
Os argumentos não são novos: falta de justa causa e vícios no processo.
O Supremo precisa dar um basta nisso.

Previ do Banco do Brasil é do PT



Para a presidência da Previ, o fundo de pensão dos servidores do BB, será nomeado Paulo Ricci (vp de varejo), que circulava com a estrela do PT na lapela do paletó durante o governo Dilma.
Ricci costumava orientar executivos do banco a realizarem visitas de cortesia a Edinho Silva.
Temer não vai se livrar dessa gente?

Sociedade abençoada de Youssef



O Antagonista lembra que a Igreja foi sócia do doleiro Alberto Youssef no Web Hotel, em Aparecida.
O G1 publicou no ano passado reportagem a respeito:
"Sócio majoritário do empreendimento, dos 171 apartamentos, 74 deles, o equivalente 43% do total, são de Youssef. Os outros 72 apartamentos são de diversos proprietários. O terreno pertencia à Basílica e, em troca da construção do prédio, o santuário recebeu 25 quartos."

Carro capota, cai em canteiro e passageiro morre na hora na PR-508; outras três pessoas ficaram feridas


Da Redação
acidente-pr508
(Foto: Cidadão Em Ação)

vitima-fatal-acidentefora
Vítima fatal estaria sem cinto de segurança. (Foto: Reprodução/Facebook)
Um jovem de 27 anos morreu e outras três pessoas ficaram feridas em um grave acidente em Paranaguá, no litoral do Paraná, na manhã deste domingo (4). Segundo informações do Cidadão em Ação, após capotar o Gol, o motorista caiu no canteiro central da PR-508.
De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o passageiro Paulo Emmanuel da Conceição Nunes estava sem o cinto de segurança e morreu na hora. Os outros três ocupantes do carro ficaram feridos e foram atendidos por três equipes de socorristas.
O condutor do carro, também de 27 anos, teve machucados leves, enquanto uma jovem de 25 e outro rapaz de 20 sofreram ferimentos graves. Os dois últimos teriam sido arremessados para fora do carro.

Protesto contra Temer segue para a zona oeste de SP


Milhares de manifestantes contra o impeachment estão caminhando pela Avenida Rebouças, Zona Oeste de São Paulo,  rumo ao bairro de Pinheiros. Eles fazem um protesto pacífico: carregam bandeiras vermelhas da CUT e do PT, tocam instrumentos musicais e fazem cantorias. No meio do trajeto, gritam palavras de ordem. A mais recorrente é o já tradicional “fora Temer”. Essa é a sexta manifestação contra o governo do PMDB, que também pede nova eleição para presidente e ergue cartazes de “Diretas já”.
Estão encabeçando a passeata o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) , o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) e o candidato a vereador em São Paulo, Eduardo Suplicy. A candidata a prefeita de São Paulo, Luiza Erundina (PSOL), e a atriz Letícia Sabatella também compareceram. A Polícia Militar ainda não fez um cálculo do número de pessoas que estão nas ruas de São Paulo. São esperados 50 000.
Os manifestantes foram convocados pelas redes sociais pela Frente Brasil Popular – formada por movimentos como Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) – e pelo grupo Povo Sem Medo, que reúne mais de 30 movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST).
A concentração começou por volta das 15h em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), mas a passeata só começou por volta das 18h. Assim que a policiais da Tropa de Choque se posicionaram para dar segurança aos prédios públicos, houve vaia. Um dos manifestantes atirou uma lata de cerveja em direção aos policiais, que levantaram os escudos.

Protesto ‘Fora Temer’ fecha a Avenida Atlântica, no Rio


estadao_conteudo_cor-13-6-5



Cerca de 5 mil manifestantes contrários ao impeachment de Dilma Rousseff protestam na Avenida Atlântica, em Copacabana. O ato pacífico começou bem em frente ao hotel Copacabana Palace e segue para o Leme. Aos gritos de “Fora Temer”, muitos ostentam cartazes acusando “golpe” no processo que causou a deposição de Dilma. Cabos eleitorais de candidatos de partidos de esquerda à prefeitura do Rio engrossam o grupo.
A manifestação estava restrita ao pátio localizado em frente ao hotel, mas às 12h25 o grupo tomou a única faixa da avenida aberta à circulação de veículos – meia pista da Atlântica é fechada aos domingos.
O número de manifestantes, que começou em cerca de 700 por volta das 12h, subiu rapidamente e há pelo menos 5 mil pessoas protestando na Avenida Atlântica. Aos gritos de “Temer golpista” e “Diretas já”, os manifestantes caminham em direção ao bairro de Botafogo. Há bandeiras e faixas de movimentos sociais e diversos grupos políticos.
A deputada federal e candidata a prefeita do Rio pelo PCdoB, Jandira Feghali, juntou-se à manifestação em Copacabana às 13h. Segundo ela, esse tipo de protesto irá se espalhar pelo País. “Só vai aumentar. A sociedade entendeu que foi golpe e a sociedade não vai se acomodar, principalmente pela agenda que virá”, disse a candidata.
Os grupos contrários ao processo de impeachment de Dilma Rousseff também marcaram um ato na Av. Paulista, em São Paulo, neste domingo, previsto para começar as 16h30. A manifestação foi inicialmente proibida pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, pois o local também receberá a passagem da tocha paralímpica neste domingo, só que mais cedo. Após uma negociação com as autoridades, os grupos acabaram mantendo o protesto, só que para depois da passagem da tocha no local, prevista para ocorrer às 13h20.
Desde que o Senado aprovou o afastamento de Dilma, várias capitais no País têm sido palco de protestos contra o presidente Michel Temer (PMDB). Na capital paulista, por exemplo, ocorreram atos todos os dias da semana passada, com alguns grupos minoritários depredando patrimônio e entrando em confronto com a PM. Em meio à confusão, uma jovem estudante que protestava ficou sem a visão no olho esquerdo após ser atingida por estilhaços de uma bomba da PM.